Pages - Menu



Pelos ou não pelos, eis a questão

07/09/2011

Uma coisa que me irrita sobremaneira é essa coisa de os homens não quererem fazer sexo oral em garotas mais peludinhas. Eu nunca cheguei perto de uma buceta (sorry, people, vocês vão ter que se acostumar com esse linguajar aqui), mas fico imaginando como era a vida sexual de todo um planeta antes dos filmes pornôs virarem essa praga que se espalha por todos os lugares com a internet.
Talvez alguns dos leitores sejam muito novos para lembrar disso, mas até poucos anos atrás as mulheres tinham - olhem que coisa! - pelos pubianos. Só se tirava o excesso para que ele não aparecesse no biquini. Ok, os biquinis foram ficando menos e menores, mas tirar tudo? Por qual razão?
Lembro que no início da minha vida sexual eu só tirava - com lâmina - a "lateral" da virilha. Fui diminuindo cada vez mais o número de pelos. Lembro a primeira vez que tirei tudo. Foi para agradar um ex-casinho meu que era o máximo. Ele pediu, eu fiz. Me olhei no espelho e me senti uma criancinha. Isso sem contar a angústia que tinha no contato da calcinha com a minha pele sem pelos. Acho que fiz isso só mais uma vez na minha vida - e só faço de novo se for pra salvar a humanidade. 
Tenho amigas que não têm pelos e se sentem super bem com isso. Já eu acho um saco essa ditadura dos "Kojaks". A dor na depilação é excruciante. Além disso, os pelos só podem ser tirados quando já estão em um tamanho razoável, se não a cera não gruda. E enquanto isso, o que a gente faz? Muitas de nós deixam de transar. Muitas mesmo. Eu já deixei. 
Eu tenho um quase ex com quem só transei depilada uma única vez. Em todas as outras, era batata: ele só me chamava pra sair quando eu estava peludinha. Parece que ele adivinhava. E vou contar uma coisa pra vocês: ele me chupa como se não houvesse amanhã.
Talvez seja mais bonito uma mulher depilada. Mas não é mais higiênico, como algumas pessoas acreditam. Os tais pelos servem para "proteger", como funciona com nossos cílios, por exemplo. Além disso, o calor da cera (vocês não têm a impressão de que vão sair da depilação com queimaduras de primeiro grau?) e o puxão podem machucar a pele da virilha, super sensível, criar pequenos e quase imperceptíveis machucadinhos... que infeccionam. Não é genial?
Depilar-se ou não é totalmente cultural. Ou vocês nunca viram umas europeias com pelos sobrando na axila? Aliás, se é tão nojento assim ter pelos embaixo do braço, por qual razão os homens não os tiram também? E as pernas? Que direito eles têm de desfilar por aí de perna peluda? (devo dizer que adoro, viu? não estou aqui levantando bandeira para eles se depilarem.)
Sim, tem homem que apara os pelos também. Sinceramente? Já sofri com a fricção dos pelos deles crescendo. Sabe quando a barba está uns dois dias atrasada e te deixa toda vermelha ao beijar? Pois é. Imaginem isso com uns pelos mais grossos e numa região mais sensível do corpo. Um inferno!
Aparar é bom? É ótimo! Com os pelos cortados de vez em quando, diminui a chance de eles ficarem caindo (e você ficar que nem uma louca procurando aquele famoso 'fiapo de manga' na boca). Mas é só, minha gente, vamos parar de frescura.
O pior que esta moda é "importada" pelos filmes pornôs. Vamos falar de novo sobre os tais vídeos em um outro post, mas será que as pessoas ainda não perceberam que não são mulheres "reais" ali? Nem os peitos, nem as bundas, nem os orgamos... nem a ausência de pelos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário